Comunicado da Chefia do Departamento de Ciência Política - 30/03/2020                                               

Prezadas alunas e alunos, professoras e professores e comunidade acadêmica:

Diante da pandemia de coronavírus, decretada pela Organização Mundial da Saúde no último dia 11 de março de 2020, o Departamento de Ciência Política suspendeu suas atividades acadêmicas presenciais. A decisão, difícil e inusual, se alinha ao esforço coletivo de reduzir as interações no campus e proteger nossa comunidade. Em consonância com as orientações dos órgãos oficiais da Universidade de São Paulo, atentos à importância de minimizar os danos na formação de alunas e alunos, o departamento tem incentivado seu corpo docente a continuar com as atividades didáticas em nível de graduação e pós-graduação de forma virtual, mesmo com a suspensão das aulas presenciais. Todas as professoras e professores estão cientes das dificuldades que podemos enfrentar na transição para este modelo de ensino, inclusive com acompanhamento individualizado das alunas e alunos com maiores dificuldades de acesso à internet. Entretanto, em função do cenário atual e da provável demora na retomada das atividades regulares, a manutenção em outro formato das atividades didáticas é importante não apenas para registrar frequências ou créditos mas, principalmente, porque a retomada de nossas rotinas dá sentido a nossos cotidianos, tão impactados pela grave conjuntura que nos cerca. Entendemos que, com o avanço da pandemia de coronavírus, paralisar atividades corresponderia a suspender os laços que nos conectam. Devemos, ao contrário, manter nossos contatos e diálogos, mesmo que de forma adaptada ao isolamento físico que necessariamente devemos promover. Por essas razões, continuamos nossas atividades de ensino, de pesquisa e reuniões dos órgãos colegiados (instituições essenciais para a gestão democrática da universidade), minimizando os danos e ajudando a sociedade e a comunidade universitária neste cenário tão desafiador.

João Paulo Cândia (chefe do DCP)

Paolo Ricci (vice-chefe do DCP)